Prefeitura de SP lançará edital de concessão do Parque do Ibirapuera em fevereiro

  • Por Jovem Pan
  • 29/01/2018 06h45 - Atualizado em 29/01/2018 06h45
Rafael Neddermeyer/Fotos PúblicasA empresa vencedora poderá obter receitas com a Oca, o Viveiro Manequinho Lopes, o Planetário e o Pavilhão das Culturas Brasileiras

O vencedor da concessão do Parque do Ibirapuera terá que administrar até sete outros parques como contrapartida.

O prefeito de São Paulo, João Doria, confirmou neste sábado (27) que pretende lançar o edital de concessão do parque no mês que vem. A concorrência deve ser realizada no segundo semestre.

A empresa vencedora poderá obter receitas com a Oca, o Viveiro Manequinho Lopes, o Planetário e o Pavilhão das Culturas Brasileiras. Mas ela também será responsável por arcar com os custos de manutenção não só do Ibirapuera, mas de todos os parques do pacote.

Doria disse que o esquema de concessão não vai trazer nenhum custo aos frequentadores: “a empresa que for ter a concessão leva também outros seis a sete parques para que possa fazer adoção de parques também na periferia de SP. Não haverá nenhum custo para o usuário do parque, de forma alguma”.

A empresa vencedora da concessão também terá que realizar reformas e melhorias na estrutura do parque, como na marquise, por exemplo.

O Ibirapuera foi inaugurado em 1954 e conta com uma área de mais de um 1,5 milhão de metros quadrados.

*Informações do repórter Tiago Muniz