Prefeitura de SP mantém marquise do Ibirapuera aberta após parte do teto desabar

  • Por Jovem Pan
  • 24/11/2017 07h55
Fernando Martins/Jovem PanSegundo a Prefeitura, a queda ocorreu por fadiga e apenas 80 metros quadrados serão isolados para os reparos

A Prefeitura de São Paulo decidiu manter aberta a marquise do Ibirapuera mesmo após o desabamento de parte da estrutura que agora levará 30 dias para ser consertada. A área seguirá em funcionamento ao público durante o período de obras.

No momento do incidente, havia poucas pessoas no local, que é muito usado por skatistas e patinadores, ninguém ficou ferido. A construção projetada pelo arquiteto Oscar Niemeyer é de 1954 e passou por uma reforma em 2014.

Segundo a Prefeitura, a queda ocorreu por fadiga e apenas 80 metros quadrados serão isolados para os reparos.

O secretário de obras do município afirma que técnicos já analisaram os 27 mil metros quadrados que compõem as estruturas. Marcos Penido assegura que os usuários podem transitar tranquilamente e com segurança na Marquise do Ibirapuera.

Caique, analista de suporte, é frequentador assíduo da marquise do Ibirapuera e se diz receoso.

Um laudo apontou que a queda foi de uma laje de fechamento sem função estrutural. O orçamento da obra ainda vai ser detalhado nos próximos dias.

Confira a reportagem completa de Daniel Lian: