Preocupado com uso ilícito, EUA amplia pressão sobre moeda virtual do Facebook

  • Por Jovem Pan
  • 16/07/2019 07h56
EFEOS EUA estariam preocupados com o uso da criptomoeda para fins ilícitos, como lavagem de dinheiro e financiamento de organizações terroristas

Nesta terça-feira (16), representantes do Facebook devem ir ao senado norte-americano para garantir que a empresa não vai lançar a criptomoeda libra antes de resolver todas as questões regulatórias.

O responsável pelo projeto, David Marcus, planeja dizer ao senado que o Facebook não está construindo a libra para competir com moedas soberanas ou interferir na política monetária. Ele também afirma que a Associação Libra, que é o grupo de empresas por trás da criptomoeda, planeja colaborar com regras contra o crime de lavagem de dinheiro.

Na segunda-feira (15), o secretário do tesouro dos Estados Unidos, Steve Mnuchin disse que o Governo está muito preocupado, porque pensa que a criptomoeda libra pode ser usada para fins ilícitos, como lavagem de dinheiro e, até mesmo, para financiar organizações terroristas.

Mnuchin ressaltou que o Facebook deve implementar muitas medidas de segurança antes do lançamento da criptomoeda, assim como fazem todas as instituições financeiras tradicionais.

*Com informações da repórter Mariana Janjácomo