Presidente da Câmara de Vereadores de Nilópolis é preso no RJ

Contra ele há a grave acusação de chefiar um grupo de extermínio que atua na Baixada Fluminense

  • Por Jovem Pan
  • 10/05/2019 06h06
Reprodução/TV Globo A operação que levou à prisão foi denominada Dedo Podre

Foi preso no Rio de Janeiro, nesta quinta-feira (10), o presidente da Câmara dos Vereadores de Nilópolis, Jorge Henrique da Costa Nunes, conhecido como Dedinho. A operação que levou à prisão foi denominada Dedo Podre.

Contra ele há a grave acusação de chefiar um grupo de extermínio que atua na Baixada Fluminense. O foco do grupo era a morte de inimigos políticos.

Segundo investigações, que tiveram como ponto de partida a apreensão de bloco de anotações durante operação da Polícia no Complexo da Penha, Dedinho teria contratado quatro pessoas para executar um inimigo político, um policial civil e vereador conhecido como Betinho.

No entanto, um dos quatro contratados teria se recusado ao descobrir que a potencial vítima era político, famoso e policial civil. O que se recusou a matar o vereador inimigo de Dedinho foi morto pelo grupo do presidente da Câmara de Nilópolis no fim do ano passado.

A defesa de Dedinho nega as acusações.

*Informações do repórter Rodrigo Viga