Presidente da Itália dá prazo até terça-feira para formação de novo governo

  • Por Jovem Pan
  • 23/08/2019 07h28
EFE/ Angelo CarconiA primeira rodada de negociações terminou sem resolução, por conta de exigências do Partido Democrático ao Movimento Cinco Estrelas

O presidente italiano, Sergio Mattarella, postergou até terça-feira (27) a exigência de que os partidos entrem em um acordo para formar um novo governo. A primeira rodada de negociações, encerrada nesta quinta-feira (22), terminou sem resolução, por conta de exigências do Partido Democrático, de centro-esquerda, ao Movimento Cinco Estrelas, uma legenda antissistema.

A Itália vive um impasse depois que o ministro do Interior, Matteo Salvini, articulou a dissolução da coalizão com os parlamentares do movimento.

Na última terça-feira (20), o então primeiro-ministro, Giuseppe Conte, deixou o cargo. A renúncia foi uma manobra para evitar que eleições fossem convocadas automaticamente.

A decisão de Mattarella frustra as pretensões de Salvini, que defendia uma votação popular ainda este ano. A expectativa era de que, assim, o ministro do Interior fosse alçado ao cargo de primeiro-ministro.

A Itália é um país parlamentarista, mas, diante das circunstâncias, cabe ao presidente Sergio Mattarella dar a autorização a um novo premiê.

De acordo com o presidente, os partidos já tomaram iniciativas em nome da formação de um novo governo, mas é preciso dar tempo para que eles cheguem a um acordo.

Por mais que divergentes, os dois partidos que disputam a liderança do Parlamento defendem bandeiras que representam uma ruptura com o programa de governo conduzido até então pela pressão de Salvini, contrário à União Europeia e ao euro.

*Com informações do repórter Renan Porto