Presidente do STF viaja a Goiás para vistoria em presídio palco de rebeliões

  • Por Jovem Pan
  • 08/01/2018 06h23
José Cruz/Agência BrasilA presidente do Supremo Tribunal Federal, a ministra Cármen Lúcia, deverá vistoriar nesta segunda-feira (08) o presídio de Aparecida de Goiânia, palco de rebeliões na última semana

A presidente do Supremo Tribunal Federal, a ministra Cármen Lúcia, deverá vistoriar nesta segunda-feira (08) o presídio de Aparecida de Goiânia, palco de rebeliões na última semana.

Ela já recebeu um relatório elaborado por autoridades locais que entre outras coisas mostrou que o motim na passagem de ano, teve como um dos motivos o consumo de álcool excessivo dentro da cadeia.

Os governadores estão cobrando uma atuação mais ativa do Governo federal. Diante da determinação de transferência de presos de Goiás para um presídio federal de segurança máxima, o Ministério da Justiça informou que toda transferência depende de juízes corregedores federais que atuam em cada um dos quatro presídios da União.

O Ministério também justifica a demora em definir onde serão construídos aqueles cinco novos presídios federais anunciados no início do ano passado.

O problema seria a resistência se não dos governadores de prefeitos em receber as unidades.

O único local confirmado é Charqueadas no Rio Grande do Sul. A promessa é de que o presídio esteja concluído até o início do ano que vem. Até o momento, nem o processo de doação do terreno para o Governo federal foi concluído.

*Informações da repórter Luciana Verdolin