Preso no Paraguai, chefe do PCC é transferido para Foz do Iguaçu

  • Por Jovem Pan
  • 19/07/2018 09h10 - Atualizado em 19/07/2018 09h15
ReproduçãoEduardo Aparecido de Almeida, o Pisca, é acusado de comandar as operações do PCC no Paraguai

A Polícia Federal confirmou que um dos chefes do PCC, Eduardo Aparecido de Almeida, conhecido como “Pisca” já foi transferido para Foz do Iguaçu. Pisca foi preso na última quarta-feira (18), em Assunção, capital do Paraguai.

Ele foi detido em uma mansão e ainda tentou fugir, mas foi capturado por policiais que vigiavam a rua de trás da casa.

Pisca é alvo de seis mandados de prisão no Brasil, envolvendo tráfico de drogas, tráfico de armas, formação de quadrilha, sequestro e homicídio. Junto com ele foi preso também seu comparsa, Ricardo Moraes Alves além do policial paraguaio Carlos Alberto Mendoza, que atuava como uma espécie de ajudante.

As autoridades apreenderam no local mais de US$ 102 mil, dois carros, duas motocicletas e anotações da facção criminosa.

*Com informações do repórter Tiago Muniz