Presos do regime aberto vão continuar em casa no RJ

  • Por Jovem Pan
  • 14/05/2020 07h55 - Atualizado em 14/05/2020 09h52
Luiz Silveira/Agência CNJO sistema carcerário do RJ, onde estão mais de 50 mil presos, há registro de pelo menos dois agentes penitenciários mortos e quatro detentos

A Justiça do Rio de Janeiro estendeu até 15 de junho o direito de presos em regime aberto permanecerem permanente em casa fora da cadeia. A medida vem sendo renovada de tempos em tempos, sempre um pouco antes do prazo limite vencer, e vale apenas para detentos que estão no regime aberto.

O objetivo da medida é evitar a mistura de presos que estão no aberto com quem está no regime fechado, o que pode evitar o contágio e transmissão da covid-19.

O sistema carcerário do Rio de Janeiro, onde estão mais de 50 mil presos, há registro de pelo menos dois agentes penitenciários mortos e quatro detentos. O primeiro deles foi um preso idoso, que estava detido em uma cadeia voltada para pessoas da terceira idade.

Na Polícia do RJ, pelo menos 10 policiais militares já morreram com a covid-19 e 2.227 estão afastados ou pela confirmação do diagnóstico ou suspeita. Pelo menos 665 já deram positivo, de acordo com a corporação.

No Corpo de Bombeiros já são mais de 300 militares afastados por suspeita ou confirmação da doença causada pelo novo coronavírus.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga