Procon-SP processará empresas por fraudes durante a Black Friday deste ano

  • Por Jovem Pan
  • 27/11/2018 06h49
EFEEntre 22 e 23 de novembro, foram visitadas 255 lojas, das quais 122 tinham irregularidades

O Procon de São Paulo vai processar empresas que anunciam ofertas, mas não possuem os produtos nas suas lojas.

O supervisor de fiscalização, Bruno Teleze Stroebel, ressaltou que o órgão de defesa do consumidor encontrou irregularidades em metade dos locais visitados durante a Black Friday: “na loja física, nossos fiscais encontraram o descumprimento de oferta. Não é que o produto esgotou, ele sequer entrou em estoque na loja”.

Entre 22 e 23 de novembro, foram visitadas 255 lojas, das quais 122 tinham irregularidades. As vendas do período superaram as expectativas, de acordo com a Boa Vista SCPC, com volume de transações que cresceu 4,7% em relação à Black Friday de 2017.

Já o número de queixas registradas no site ReclameAQUI chegou a 6.384, 22% a mais em relação ao ano passado.

*Informações do repórter Marcelo Mattos