Procuradoria do Estado do RJ pede bloqueio de bens de Cabral e Eike Batista

  • Por Jovem Pan
  • 05/04/2019 06h05
Estadão ConteúdoA Procuradoria pede bloqueio de bens de todos os envolvidos na ação e ressarcimento de mais de R$ 300 milhões pelos prejuízos causados aos cofres públicos do Estado

A Procuradoria do Estado do Rio de Janeiro está movendo uma ação na Justiça contra o ex-governador Sérgio Cabral e o empresário Eike Batista e quer um ressarcimento de mais de R$ 300 milhões.

As investigações da Procuradoria dão conta de que Eike Batista pagou em propina ao grupo de Cabral cerca de R$ 60 milhões durante os dois mandatos do ex-governador do RJ e, em troca, obteve vantagens e benefícios fiscais para suas empresas.

A ação envolve ainda outros personagens da quadrilha de Cabral, entre eles o operador Wilson Carlos, uma espécie de “homem-forte” do governo de Cabral e alvo de denúncias da Lava Jato no RJ.

A Procuradoria pede bloqueio de bens de todos os envolvidos na ação e ressarcimento de mais de R$ 300 milhões pelos prejuízos causados de forma direta ou indireta aos cofres estaduais.

*Informações do repórter Rodrigo Viga