Projeto que limita alcance da Lei da Ficha Limpa ainda pode ser votado pelo Senado

  • Por Jovem Pan
  • 20/11/2018 06h46
Moreira Mariz/Agência SenadoA proposta que flexibiliza a Lei da Ficha Limpa é de autoria do senador Dalírio Beber (PSDB)

O projeto que retira o alcance da Lei da Ficha Limpa para pessoas condenadas antes de 2010 ainda pode ser votado pelo Senado. A proposta que flexibiliza a Lei da Ficha Limpa é de autoria do senador Dalírio Beber (PSDB).

O texto afirma que quem foi condenado antes de a lei entrar em vigor e já cumpriu três anos de inelegibilidade pode disputar novamente as eleições. Na atual versão da lei, essas pessoas têm de ficar inelegíveis por oito anos, assim como os condenados após 2010.

Um requerimento de urgência de votação assinado pelos líderes de sete partidos, como PSDB, PT, DEM e PDT, foi aprovado na semana passada para que a matéria fosse analisada imediatamente pelos senadores.

Até agora, nenhum dos líderes se mobilizou para retirar o pedido. Na outra ponta, o senador Randolfe Rodrigues (REDE) está colhendo assinaturas para retirar o projeto de pauta. Ele precisa do apoio de mais da metade do plenário, o equivalente a 41 senadores. A senadora Ana Amélia (PP) está entre os que assinaram.

Além de fazer duras críticas ao projeto, ela disse que a atual composição do Senado não tem mais legitimidade para fazer a votação.

*Informações do repórter Levy Guimarães