Protesto contra Mario Abdo termina em confronto na Ponte da Amizade

  • Por Jovem Pan
  • 15/08/2019 06h57
MARCIO FERNANDES/ESTADÃO CONTEÚDOO Paraguai vive uma crise política desde que o acordo assinado com o Brasil sobre a Usina de Itaipu foi divulgad

Um confronto entre a Polícia paraguaia e manifestantes fechou a Ponte da Amizade por quase uma hora nesta quarta-feira (14). Os paraguaios protestavam na Cidade do Leste e pediam a saída do presidente Mario Abdo Benitez.

O confronto começou quando a Polícia, que fazia um bloqueio na aduana da Ponte, tentou liberar a passagem de caminhões para o Brasil. Contrariados, alguns manifestantes jogaram pedras nos policiais, que revidaram com bombas de gás e tiros de borracha.

O Paraguai vive uma crise política desde que o acordo assinado com o Brasil sobre a Usina de Itaipu foi divulgado. Em maio, Mario Abdo Benitez se comprometeu a comprar energia mais cara do que o habitual da hidrelétrica, que pertence aos dois países.

O presidente foi ameaçado de impeachment pela oposição e por isso recuou do acordo. No entanto, os paraguaios se sentiram traídos pelas irregularidades do pacto e pedem a saída do mandatário.

O protestou fechou as lojas da região. O fechamento da Ponte da Amizade gerou um congestionamento de mais de dois quilômetros do lado brasileiro.

*Com informações da repórter Natacha Mazzaro