PSDB começa a decidir nesta quarta futuro de Aécio Neves

  • Por Jovem Pan
  • 21/08/2019 06h16 - Atualizado em 21/08/2019 10h35
Marri Nogueira/Agência SenadoAécio é réu sob acusação de corrupção passiva e obstrução de Justiça, no caso em que solicitou R$ 2 milhões ao empresário Joesley Batista

O pedido de expulsão do deputado Aécio Neves (PSDB) começa a ser analisado nesta quarta-feira, pela executiva do partido. Em Brasilia, na apresentação do recém-filiado Alexandre Frota a bancada tucana, o governador de São Paulo, João Doria, cobrou a defesa de Aécio fora da legenda.

“A meu ver, o deputado Aécio Neves tem todo o direito a formular sua defesa na plenitude, confiante na sua inocência e na justiça. Mas pode fazê-lo fora do PSDB.”

O presidente do PSDB, Bruno Araújo, prometeu imparcialidade na condução do processo contra o tucano.

Atual deputado federal, Aécio é réu sob acusação de corrupção passiva e obstrução de Justiça, no caso em que solicitou R$ 2 milhões ao empresário Joesley Batista, da JBS.

*Com informações do repórter Marcelo Mattos