PT aciona PGR contra Bolsonaro por expressão considerada racista

Presidente perguntou a apoiador negro se ele pesava ‘mais que sete arrobas’; deputados afirmam que a fala é discriminatória

  • Por Jovem Pan
  • 14/05/2022 08h01 - Atualizado em 14/05/2022 08h02
Isac Nóbrega/PR - 07/05/2022 Close em Jair Bolsonaro falando ao microfone em evento Presidente perguntou se apoiador negro 'pesava mais que sete arrobas'

O deputado Paulo Teixeira e a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, protocolaram uma notícia-crime na Procuradoria-Geral da República contra o presidente Jair Bolsonaro (PL) pelo uso de uma expressão considerada racista. Os parlamentares afirmam que o chefe do Executivo praticou ato discriminatório contra um apoiador negro ao perguntar se ele “pesava mais que sete arrobas”. A ação menciona que o uso de arroba é usado no comércio de boi de corte nox matadouros e nos frigoríficos, e foi usada pelo presidente para se referir a uma pessoa negra, ciente de que a mesma conduta já foi identificada como discriminatória pela PGR e por ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). Em 2018, Bolsonaro também foi alvo de processo por dizer que foi a uma aldeia quilombola e que “o afrodescendente mais leve lá pesava sete arrobas”. A denúncia foi rejeitada e arquivada na época.

*Com informações da repórter Nanny Cox