Punição a deputados que votaram contra Temer na Câmara é analisada caso a caso

  • Por Jovem Pan
  • 17/08/2017 07h48
A explicação é que Temer estaria analisando caso a caso, uma vez que todos os deputados têm uma explicação para o voto dado durante a sessão na Câmara

O Governo já começou a punir os deputados da base aliada que não votaram a favor do presidente Michel Temer, durante a discussão da denúncia na Câmara. Dentro do Governo, no entanto, fica claro que o presidente não tem o mesmo rigor com todos os aliados.

A explicação é que Temer estaria analisando caso a caso, uma vez que todos os deputados têm uma explicação para o voto dado durante a sessão na Câmara.

Os próprios ministros do Palácio do Planalto admitem que muitas vezes é preciso levar em consideração um projeto maior. Nesse caso, a reforma da Previdência.

A ordem é agregar, garantir os votos suficientes e não enfraquecer a base.

O presidente Michel Temer, mantém o discurso de que é possível sim aprovar a proposta: “toda vez que você propõe uma reforma, a primeira coisa é uma guerra brutal contra a reforma. Depois a reforma aprovada, o que se verifica nas pesquisas é aprovação extraordinária e o silêncio daqueles que protestaram e foram forçados a curvar-se daquela realidade que a reforma trouxe”.

A aposta dentro do Governo é de tentar garantir a aprovação da matéria na Câmara na primeira quinzena de outubro.

*Informações da repórter Luciana Verdolin