Quase 70% dos brasileiros não conseguem guardar dinheiro

  • Por Jovem Pan
  • 27/09/2019 07h28
ReproduçãoEntre os que guardam dinheiro, a caderneta de poupança ainda é o destino mais comum, citada por 2 em 3 entrevistados

Uma pesquisa do SPC Brasil e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas afirma que 67% dos brasileiros não conseguiram poupar dinheiro em agosto. Quatro em cada 10 entrevistados dizem que não guardaram porque têm a renda muito baixa, sem nenhuma sobra no final do mês.

Outros 18% foram surpreendidos por algum imprevisto financeiro; 15% tiveram gastos atípicos com reformas, tratamentos médicos ou compras e 13% afirmam que perderam o controle sobre os próprios gastos.

A economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti, explica que o ideal é que a reserva seja feita assim que o dinheiro cair na conta. “Interessante notar que, paa poupar dinheiro, ele precisa se programar. A ideia é sempre separar uma quantia quando cai o salário para não cair em tentação e gastar esse dinheiro.”

Entre os que guardam dinheiro, a caderneta de poupança ainda é o destino mais comum, citada por 2 em 3 entrevistados. Já 21% deixam a quantia parada na conta corrente e 18% guardam os valores em espécie em casa.

Para Marcela Kawauti, é preciso procurar opções melhores. “Seria bom que esse brasileiro que poupa dinheiro procurasse uma forma de rendimento mais sofisticado. Eles rendem muito mais e trazem mais segurança para esse investimento.”

A pesquisa afirma que, entre integrantes das classes A e B, 54% não fizeram poupança no mês passado. Segundo o SPC Brasil, isso indica que a poupança não é hábito mesmo entre aqueles que recebem salários mais altos.

*Com informações do repórter Victor Brown