Queda na arrecadação ameaça colapso no sistema de limpeza urbana

  • Por Jovem Pan
  • 18/05/2020 06h54 - Atualizado em 18/05/2020 08h08
Divulgação/PMSPDados do setor indicam que a falta de pagamentos alcança R$ 18 bilhões e cerca de 70% das cidades do país

Empresas prestadoras de limpeza urbana alertam para o colapso no sistema com a queda de arrecadação em meio a pandemia da Covid-19. Com dificuldades de recursos, as prefeituras estão inadimplentes, o que ameaça os serviços.

Dados do setor indicam que a falta de pagamentos alcança R$ 18 bilhões e cerca de 70% das cidades do país. O presidente da Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública, Carlos Costa Filho, se diz preocupado. Ele argumenta que, mesmo com a crise, as atividades de coleta de resíduos não sofreram prejuízos.

De acordo com Carlos Costa Filho, a saúde dos profissionais do setor vem sendo preservada, na medida do possível. Ele acrescenta ainda que os recursos são fundamentais para comprar insumos. O objetivo é atender e preservar a saúde de coletores e motoristas durante a pandemia.

*Com informações do repórter Renan Porto