Rachas motivaram radar no Túnel Ayrton Senna, diz secretário

  • Por Jovem Pan
  • 30/06/2018 09h33 - Atualizado em 30/06/2018 09h34
Alexandre Giesbrecht/Wikimedia CommonsO túnel Ayrton Senna passa a ter fiscalização por radares nesta segunda-feira

A CET começará nesta segunda-feira (2) a fiscalização eletrônica, com radares, no Túnel Ayrton Senna. Na primeira fase, a fiscalização ocorrerá no sentido Marginal Pinheiros.

A medida segundo o secretário de Mobilidade e Transportes de São Paulo, João Octaviano Machado, visa evitar o excesso de velocidade nos túneis da capital e, com isso, reduzir acidentes.

“Há um uso completamente indevido do túnel para racha e velocidade fora da regulamentação, o que coloca em risco a vida das pessoas e torna o túnel um lugar inseguro”, disse Octaviano em entrevista à Jovem Pan.

Somente no túnel Ayrton Senna, nos últimos cinco anos, entre 2012 e 2017, foram registrados 58 acidentes, o que leva a iniciar neste local o projeto de fiscalização eletrônica.

No entanto, até o final do ano a prefeitura pretende estender a fiscalização no outro sentido do Ayrton Senna, bem como no Túnel Jânio Quadros.

Esse é o primeiro radar instalado em túneis da capital e, de acordo com a CET os novos equipamentos são de alta tecnologia que permitirá a fiscalização, inclusive de motocicletas.

O túnel Ayrton Senna já recebeu reforço na sinalização para melhorar orientar os motoristas sobre a velocidade limite no local, que é de 50 km/h.

Segundo a CET, a ideia de implantação dos radares é fazer com que os motoristas trafeguem dentro da lei, obedecendo os limites das regras de trânsito, reduzindo o número de infrações, sem deixar de fiscalizar.

As informações são do repórter Fernando Martins