Receita começa a receber nesta quinta (07) as declarações do Imposto de Renda 2019

  • Por Jovem Pan
  • 07/03/2019 08h16 - Atualizado em 07/03/2019 08h46
Marcelo Camargo/Agência BrasilO prazo para a entrega vai até 30 de abril, mas o contribuinte que envia o documento nos primeiros dias recebe mais cedo a restituição, se tiver direito a ela

A Receita Federal começa a receber nesta quinta-feira (07) as declarações do Imposto de Renda 2019. O prazo para a entrega vai até 30 de abril, mas o contribuinte que envia o documento nos primeiros dias recebe mais cedo a restituição, se tiver direito a ela.

Mais uma vez, a tabela não foi atualizada e já acumula uma defasagem de 95%, segundo o sindicato nacional dos auditores fiscais.

O consultor tributário Richard Domingos explicou que, sem a correção, mais gente será obrigada a declarar o Imposto de Renda neste ano: “a Receita espera recepcionar em torno de 30,5 milhões de declarações. Ano passado recepcionou 29,2 milhões. Isso quer dizer que muita gente que teve aumento de salário passou a estar na condição de obrigatório por conta do congelamento de alíquota”.

Domingos acrescentou que a falta do reajuste na tabela, significa, na prática, um aumento de imposto.

Segundo o cálculo do Sindifisco, o sindicato dos auditores, a faixa de isenção, que hoje é de R$ 1.903, subiria para R$ 3.689, se a correção fosse feita.

Neste ano, será obrigado a declarar quem recebeu rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559, em 2018.

O especialista em Imposto de Renda, Felipe Gomes, explicou que a principal novidade será a inclusão dos CPFs de todos os dependentes: diferente do ano passado, para esse ano todos os dependentes precisarão ter CPF”. Segundo ele, outra mudança é que o sistema deixou mais claro o campo onde deve ser informado o recebimento de pensão alimentícia, que ficará no grupo “Rendimentos”.

O programa que gera a declaração do Imposto de Renda já foi liberado e o download deve ser feito no site da Receita Federal.

*Informações do repórter Vitor Brown