Receita realiza apreensão recorde de cocaína no Porto de Santos

  • Por Jovem Pan
  • 04/11/2017 13h37 - Atualizado em 04/11/2017 13h38
Divulgação/ReceitaCocaína encontrada em bagagem de leveduras no Porto de Santos

A Receita Federal realizou apreensão recorde de cocaína no Porto de Santos em 2017. Foram localizados 1.098 kg da droga que estavam armazenados em meio a uma carga de levedura, com destino a Antuérpia, na Bélgica.

O auditor Osvaldo Souza Dias, da vigilância e controle e aduaneiro, lembra que 1 kg de Cocaína no Brasil vale US$ 5 mil dólares, mas na Europa o valor chega a 30 mil euros, pelas dificuldades de acesso.

O contêiner foi identificado por inspeção “não intrusiva”, ou seja, scanners de raio-x. O tipo de mercadoria declarado, de levedura, gerou desconfiança dos servidores da Receita. “Três desses sacos continham bolsas esportivas que estavam com tabletes de uma substância suspeita, aparentemente cloridrato de cocaína”.

O exportador brasileiro, de São Paulo, a princípio, não tem participação porque o contêiner foi aberto após embarque e o lacre clonado, explica o auditor da Receita, Osvaldo Souza Dias. Há uma equipe especializada em lidar com o tráfico internacional.

A Polícia Federal irá investigar o caso. Essa foi a 23ª apreensão do ano, totalizando mais de 10 toneladas de cocaína. Em 2016 foram 10.622 kg e, em 2017, até agora, 10.604 quilos.

Informações e entrevista do repórter Marcelo Mattos