Rede de fast-food usa bom humor para rebater críticas de internautas sobre poliamor

  • Por Jovem Pan
  • 13/03/2019 07h17 - Atualizado em 13/03/2019 09h31
Reprodução Lançada no fim de fevereiro, o vídeo reuniu um trio de namorados, dois homens e uma mulher para abordar o chamado poliamor

Abominável, pouca-vergonha e poli-horror foram algumas das palavras usadas nas redes sociais para criticar a nova campanha do Burger King. Lançada no fim de fevereiro, o vídeo reuniu um trio de namorados, dois homens e uma mulher para abordar o chamado poliamor.

A rede então criou outro filme, em seguida, assumindo que teve gente que não curtiu o comercial. A nova peça publicitária recebe o nome de Poliamigos e faz uma releitura do primeiro vídeo.

Em entrevista à Folha de S. Paulo, o diretor de marketing do Burger King, Ariel Grunkaut, disse que a rede de fast-food não perde oportunidade quando o assunto é brincar consigo mesmo e que no restaurante todos são bem-vindos. Segundo ele, a empresa não aceita nenhuma forma de preconceito.

Recentemente, a marca fez outra campanha para dar uma resposta aos chamados “haters”. O Burger King usou as críticas com a finalidade de mostrar a diferença entre opinião e preconceito. Na campanha, a rede ressalta que opiniões são sempre bem-vindas, mas o preconceito, não.

*Informações do repórter Victor Moraes