Reino Unido decide nesta terça se usará ou não 5G da Huawei

  • Por Ulisses Neto/Jovem Pan
  • 27/01/2020 11h54
JEROME FAVRE / EFEA preocupação da Casa Branca é tanta que Donald Trump teria entrado em contato com Boris Johnson na ultima semana para oferecer ajuda outra vez

A guerra do 5G entre os EUA e a China tem mais uma batalha crucial nesta semana — e ela será travada em Londres. Na terça-feira (28) o Conselho de Segurança Nacional britânico vai definir se o país poderá ou não usar a tecnologia da chinesa Huawei.

Essa decisão é observada por especialistas ao redor do mundo porque diversas nações vivem dilemas parecidos no momento — como o próprio Brasil.

A tecnologia 5G, que tem potencial para revolucionar a nossa relação com a internet mais uma vez, é dominada pelos chineses. E, assim, os asiáticos tentam vender sua tecnologia aos interessados.

Os EUAa, que ainda não tem o mesmo nível de avanço nesse segmento, se dizem preocupados com questão de segurança. Em tese, o governo chinês tem acesso a qualquer empresa do país e os americanos afirmam que a Huawei pode colocar em risco dados sigilosos de indivíduos e Estados.

Na prática, ela seria utilizada para espionagem — como acusa a casa branca. A empresa de tecnologia estaria sendo usada por Pequim para estes fins, que não são os de propagar a tecnologia, de acordo com as informações de Washigton.

A preocupação da Casa Branca é tanta que Donald Trump teria entrado em contato com Boris Johnson na ultima semana para oferecer ajuda outra vez. Os americanos se colocaram à disposição para construir a rede 5G da Grã Bretanha em parceria com as empresas locais. Eles insistem que firmar parceria com os chineses colocaria em risco até a troca de dados de inteligencia com nações aliadas.

O problema é que os EUA estão atrasados e esperar por eles significa esperar por um avanço tecnológico que já existe em outro lugar.

Por trás da disputa também estão interesses comercias bilionários. Há quem diga que o Vale do Silício não seria o que é atualmente se os EUA não tivessem dominado a tecnologia 4G antes de todo mundo.