Reino Unido: Homens e mulheres passam a ter mesma idade mínima para requisitar aposentadoria

  • Por Ulisses Neto/Jovem Pan
  • 06/11/2018 08h34
EFEA partir desta terça-feira, homens e mulheres britânicos passam a ter a mesma idade mínima para requisitar a aposentadoria pública: 65 anos

Enquanto no Brasil se discute como fazer uma reforma da previdência com toda a cara de improviso e pouquíssimo debate com a sociedade, no Reino Unido o processo de modernização do sistema tem hoje um dia histórico.

A partir desta terça-feira, homens e mulheres britânicos passam a ter a mesma idade mínima para requisitar a aposentadoria pública: 65 anos.

Percebam que este é um processo que começou há muito tempo. Para ser exato, 25 anos atrás quando John Major ainda era o primeiro-ministro. Até 2010, as mulheres recebiam suas pensões a partir dos 60 anos de idade. Mas uma mudança escalonada ocorreu até chegar a equivalência que é implementada hoje.

Mas a reforma da previdência dos britânicos ainda está longe de acabar. Na verdade, outras mudanças já estão programadas para até 2039, quando a idade mínima para aposentadoria por aqui subirá para 68 anos.

Independente do partido, as forças políticas britânicas entenderam há bastante tempo que o sistema previdenciário como estava era financeiramente inviável. Por isso, as mudanças foram implementadas e, mais importante, mantidas ao longo dos anos independente de quem estava no poder.

O governo estima que as novas idades mínimas fizeram com que os cofres públicos britânicos economizassem o equivalente a 150 bilhões de reais.

A longevidade dos britânicos subiu muito ao longo das décadas. Uma mulher nascida em 1951, por exemplo, tinha em média 82 anos de expectativa de vida. Uma mulher que nasce hoje pode esperar viver até os 93 anos.

Mas embora a equiparação das idades mínimas tenha ocorrido, estudos mostram que as mulheres britânicas ainda têm pensões inferiores a dos homens por causa das desvantagens acumuladas ao longo da vida.

Em média, um homem britânico recebe 154 libras por semana de aposentadoria, ou o equivalente a 750 reais. Já uma mulher ganha 126 libras, ou 613 reais por semana.

Pode parecer muito na conversão para dinheiro brasileiro, mas não é o suficiente para viver na Inglaterra. Até por isso a lei local obriga todos os  empregadores do país a fornecerem também esquemas de pensão privada para os seus funcionários.