Respirador da USP é 15 vezes mais barato e pode ser construído em horas

  • Por Jovem Pan
  • 28/04/2020 06h12 - Atualizado em 28/04/2020 08h14
EFE/EPA/CSABA O ventilador pulmonar já foi testado em quatro pacientes do hospital do coração, em São Paulo, entre os dias 17 e 19 de abril

À medida em que aumenta o número de casos de internações relacionadas ao coronavírus, a busca por respiradores, equipamentos essenciais para pacientes em estado grave, se torna cada vez maior.

A ausência dos aparelhos, no entanto, já é sentida em algumas regiões do país e virou uma grande preocupação para o sistema de saúde.

Um grupo de pesquisadores da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP) trabalha para suprir essa necessidade. Eles criaram um ventilador pulmonar emergencial, batizado de Inspire.

O projeto teve como objetivo desenvolver um produto de baixo custo, de rápida produção e com insumos de fácil acesso.

O respirador mecânico é feito em duas horas, tem um valor estimado em mil reais, sendo 15 vezes mais barato que o original e utiliza materiais que podem ser encontrados no mercado brasileiro, não necessitando de importação.

O ventilador pulmonar já foi testado em quatro pacientes do hospital do coração, em São Paulo, entre os dias 17 e 19 de abril e foi aprovado em todas avaliações técnicas.

O professor da faculdade de medicina da USP, Marcelo Britto Amato, diz que o aparelho está preparado para atender pacientes com alta insuficiência respiratória.

Os testes com o protótipo foram realizados de acordo com as orientações da comissão nacional de ética em pesquisa. O projeto tem licença gratuita para ser produzido e será encaminhado à Anvisa para validação.

*Com informações do repórter Vinícius Moura