Restaurantes reabrem neste sábado em SP, mas limitação de público e horário preocupa empresários

Bares e casas noturnas, além de estabelecimentos que abrem somente à noite, como pizzarias, ficaram de fora do plano de retomada; Abrasel estima que 20% dos lugares permanecerão fechados

  • Por Jovem Pan
  • 24/04/2021 12h41
BRUNO ROCHA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDOExpectativa de ganhos dos estabelecimentos é de cerca de 25%

Os restaurantes poderão reabrir as suas portas aos clientes a partir deste sábado, 24, em São Paulo. O horário permitido é das 11h às 19h, com restrição de 25% na ocupação. A Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) critica as limitações e avalia que o setor terá faturamento inferior ao delivery durante o primeiro fim de semana da retomada das atividades. Michelle Capel, da Jolly Pizzaria, descarta uma retomada. “Mesmo com a liberação de consumo presencial as pizzarias continuam de fora, dado que precisamos fechar as 19h e abrimos as 18h. Não compensa ficar aberto somente por uma hora. Tem muitos insumos utilizados apenas no salão que se perdem se não consumidos no mesmo dia, sem contar que a casa foi feita para receber os clientes e o delivery era para ser apenas um complemento e hoje é nossa única fonte de renda”. Michelle avalia que as pizzarias ficaram praticamente enquadradas com os bares e casas noturnas, que não estão autorizados a reabrir. A Abrasel defende que os restaurantes não representam perigos pelos protocolos de segurança e que haveria viabilidade para o atendimento até as 22h e com utilização de até 40% da capacidade. A Abrasel estima que 20% dos estabelecimentos vão permanecer fechados em uma expectativa de ganhos de cerca de 25% do período anterior à pandemia. Sem o jantar, não justificaria os gastos com insumos e mão de obra extra, principalmente os pequenos restaurantes.

* Com informações do repórter Marcelo Mattos