Resultado do Caged é ‘surpresa agradável’, avalia economista

  • Por Jovem Pan
  • 24/09/2018 07h13
Fotos PúblicasZylberstajn ressaltou ainda que “se o Governo não atrapalhar”, o crescimento segue desta forma, mas que “se ajudar”, o ritmo cresce

Novos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, do Ministério do Trabalho, divulgados nesta sexta-feira (21), indicam que durante o mês de agosto o mercado de trabalho criou 110.431 empregos com carteira assinada. Esse é o melhor resultado para o mês desde o ano de 2013, quando foram gerados 127.648 empregos formais.

O mês de agosto é o oitavo seguido com criação de empregos formais, de acordo com a série histórica com ajuste sazonal.

Em entrevista exclusiva ao Jornal da Manhã, o economista Hélio Zylberstajn afirmou que o resultado do Caged “foi surpresa agradável”.

“Há muito tempo não tinha criação de mais de 100 mil empregos formais. Mas a gente tem que relativizar. Temos 13 milhões de desempregados e 110 mil novos é quase nada. O Caged mostra que talvez a gente esteja começando movimento positivo. É terceiro mês consecutivo em que se cria emprego. Se continuar assim teremos crescimento acumulado daqui algum tempo”, disse.

Zylberstajn ressaltou ainda que “se o Governo não atrapalhar”, o crescimento segue desta forma, mas que “se ajudar”, o ritmo cresce.