Reunião da Câmara que pode cassar Maluf é marcada para 7 de agosto

  • Por Jovem Pan
  • 18/07/2018 08h37 - Atualizado em 18/07/2018 08h39
Rovena Rosa/Agência BrasilPaulo Maluf foi condenado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) a 7 anos e 9 meses de prisão, pelo crime de lavagem de dinheiro quando ainda era prefeito de São Paulo

Está marcada para o dia 7 de agosto a reunião que pode cassar o mandato do deputado Paulo Maluf, do Progressistas, que está preso e Brasília. Quem vai decidir é a Mesa Diretora da Câmara, que vai avaliar o relatório do corregedor da casa, o deputado Evandro Gussi, do PV.

Maluf foi condenado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) a 7 anos e 9 meses de prisão, pelo crime de lavagem de dinheiro quando ainda era prefeito de São Paulo. O político teve prisão em regime fechado decretada em dezembro pelo ministro Edson Fachin.

Em abril, o ministro Dias Toffoli concedeu prisão domiciliar. Fachin também pediu a perda do mandato do deputado, o que ainda não foi atendido pela Câmara, O argumento era de que o processo ainda não tinha esgotado todos os recursos na Justiça.

Até o momento, a Câmara aplicou punições apenas financeiras. Maluf perdeu o apartamento funcional a que tinha direito em Brasília e deixou de receber salário e verba de gabinete.

No Conselho de Ética, tramita outro processo pedindo a cassação do parlamentar. Maluf apresentou manifestação por escrito no dia 11 de junho e agora, o caso está na fase de coleta de provas.

*Com informações do repórter Levy Guimarães