Rio de Janeiro tem quase 350 leitos fechados em hospitais, aponta levantamento do MP

  • Por Jovem Pan
  • 19/10/2018 06h10
Reprodução/TV GloboA situação mais grave é no Hospital Ronaldo Gazola, em Acari, na periferia. Lá são 269 leitos parados, 168 estão sem receber pacientes

Que a saúde do Rio de Janeiro já está na UTI há muito tempo todo mundo sabe, mas os números levantados pelo Ministério Público mostram o tamanho dessa infecção, que parece generalizada. Segundo levantamento, 341 leitos de hospitais municipais estão inoperantes, 26% em obras ou com problemas técnicos.

A situação mais grave é no Hospital Ronaldo Gazolla, em Acari, na periferia. Lá são 269 leitos parados, 168 estão sem receber pacientes.

No Souza Aguiar, um dos maiores da América Latina, que fica no centro do RJ, há longas filas para internações e intervenções. O último levantamento feito pelo MP mostra que 64 pessoas eram atendidas em 18 leitos, uma média de quase quatro para um leito.

Orçamento para a área da Saúde em 2019 foi desenhado e a expectativa é de menos investimentos da Prefeitura carioca que, recentemente, anunciou também a redução do programa “Clínica da Família”, que assiste famílias carentes da capital.

*Informações do repórter Rodrigo Viga