RJ corre contra o tempo para a construção de hospitais de campanha

  • Por Jovem Pan
  • 06/04/2020 07h47 - Atualizado em 06/04/2020 09h17
EFE/EPA/Andrea FasaniOs hospitais estão sendo erguidos na capital, região metropolitana, na Baixa Fluminense e também no interior do estado

O governo do Rio de Janeiro corre contra do tempo para concluir o mais rápido possível os oito hospitais de campanha que irão aumentar a oferta de leitos para pacientes de coronavírus ainda em abril.

A perspetiva é que os oito hospital estejam finalizados para oferecer mais de 1.800 leitos diante à pandemia da cvoid-19.

A ordem é tentar concluir as obras o mais rápido possível. Os hospitais estão sendo erguidos na capital, região metropolitana, na Baixa Fluminense e também no interior do estado. É importante que não haja descasamento no crescimento dos casos de covid-19 e a oferta de leitos.

A perspectiva das autoridades é que nesta época do mês o estado estivesse com 2 mil ocorrências. Os números, até o momento, estão abaixo disso, são mais de 1.300 casos e quase 65 óbitos registrados.

As autoridades de saúde do Rio de Janeiro dizem que o distanciamento social continua sendo essencial para evitar o espalhamento da doença. Se não houvesse isolamento social, a projeção era que, nesse momento, o estado teria cerca de 30 mil casos confirmados.

No final de semana, a subsecretária e seu chefe de gabinete foram exonerados após desavenças sobre o ritmo de andamento das obras dos oito hospitais de campanha.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga