RJ decreta emergência e quer conscientizar turistas sobre riscos do coronavírus

  • Por Jovem Pan
  • 17/03/2020 07h14
MATEUS BONOMI/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDOCom a proliferação da doença, o governo do Rio de Janeiro quer conscientizar turistas e moradores sobre os risos da Covid-19

O Rio de Janeiro decretou estado de emergência na segunda-feira (16) para restringir a circulação e aglomeração de pessoas em meio ao avanço do coronavírus no país.

O decreto determina o fechamento de academias, bares e restaurantes, que só poderão manter as entregas em domicílio. Pelo decreto, shopping também devem ser fechados e apenas parte da praça de alimentação continue operando em forma de delivery.

O decreto social já havia sido publicado na sexta-feira (13). Nesse segunda-feira (16) já houve redução, segundo o governador do estado, de 25% do número de pessoas no transporte público.

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, pediu “em nome de Deus” que as pessoas fiquem em casa durante o período de avanço do coronavírus e não descartou a possibilidade de entrar na Justiça com uma medida para tentar obrigar às pessoas para ficarem em casa.

“Então é preciso agora agilidade para orientação e a população saber que se não cumprir poderá ser multada na rua, se for à praia pode ser presa”, afirmou Witzel.

No domingo (15), as praias cariocas lotaram. Nas praias de Copacabana, os bombeiros começaram a usar nesta segunda-feira alto-falantes para alertar turistas e cariocas sobre o avanço do coronavírus. “Para sua segurança, de seus amigos e familiares, volte para casa. O momento é de conscientização.”

O coronel da Defesa Civil, Cristiano da Silva, pede que a população siga as indicações e faz um apelo. “Pedimos que a população mantenha-se em suas residências e evitem a proliferação da pandemia o coronavírus.”

No último final de semana as vendas em supermercados cresceu cerca de 10%. Nas farmácias há ausência de álcool gel, máscaras de proteção e, agora, de vitamina em cápsulas.

*Com informações do repórter  Rodrigo Viga.