RJ: Operação prende acusados de envolvimento com construção de imóveis da milícia na Muzema

  • Por Jovem Pan
  • 16/07/2019 08h56
Agência Brasil17 mandados de prisão preventiva são cumpridos

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) e a Polícia Civil cumprem, nesta terça-feira (16), 17 mandados de prisão preventiva contra acusados de exploração imobiliária clandestina na comunidade da Muzema e arredores da região. A operação também executa mandados de busca e apreensão.

Ao todo, de acordo com o MPRJ, foram denunciadas 27 pessoas suspeitas de estarem envolvidas no grupo criminoso.

O grupo é suspeito de loteamento, construção, venda, locação e financiamento ilegal de imóveis. Eles também são acusados de realizar ligações clandestinas de água e energia elétrica, além de corrupção de agentes públicos.  Além dos riscos para as pessoas que vivem nesses edifícios, as construções ilegais provocam a destruição de vegetação da Mata Atlântica.

Caso anterior

Em abril deste ano, dois prédios construídos ilegalmente desabaram na comunidade da Muzema, deixando 24 mortos. A região é controlada por uma milícia, que extorque moradores e explora serviços clandestinos.

*Com informações da Agência Brasil