RJ tem fim de semana violento com casos de bala perdida e morte de tenente do Exército

  • Por Jovem Pan
  • 05/11/2018 07h46
PixabayO agente de segurança que morreu foi o tenente do Exército Ezenilton Modesto Silva

Adolescente morto por bala perdida, mais um agente de segurança assassinado, três pacientes de hospital morrem durante transferência e mulher é esfaqueada na Baixada. Assim foi o feriado prolongado no Estado do Rio de Janeiro.

O agente de segurança que morreu foi o tenente do Exército Ezenilton Modesto Silva. Ele estava em seu veículo particular quando foi abordado por dois criminosos em uma moto, que começaram a disparar. O militar morreu em São Gonçalo, na região metropolitana do Rio.

Agora já são 114 agentes de segurança mortos no Estado neste ano.

Um adolescente, de 15 anos, morreu atingido por uma bala perdida dentro de casa durante confronto entre bandidos em um morro no bairro da Penha, Zona Norte da Capital. Vanderson chegou a ser socorrido, mas não resistiu ao ferimento.

Somente neste ano já são quase 180 registros de bala perdida no Estado, com mais de 30 vítimas fatais.

Uma mulher está entre a vida e a morte depois de ser esfaqueada supostamente pelo ex-marido. Taiane Mendes levou 40 golpes e ainda quebrou o braço. O caso aconteceu em Queimados, na Baixada Fluminense.

Três pacientes que estavam internados em uma unidade pública da rede de saúde da prefeitura morreram durante uma transferência para o Hospital Lourenço Jorge. A transferência aconteceu após um incêndio no Centro de Emergência da Zona Oeste da cidade.

*Informações do repórter Rodrigo Viga