RJ tem quinta-feira com casos de bala perdida e prisões por homofobia, agressão e feminicídio

  • Por Jovem Pan
  • 16/11/2018 06h09
PixabayUma jovem de 15 anos foi atingida por uma bala perdida em um bairro de São Gonçalo, na região metropolitana do Rio de Janeiro

Uma jovem de 15 anos foi atingida por uma bala perdida em um bairro de São Gonçalo, na região metropolitana do Rio de Janeiro, nesta quinta-feira (15). Homens armados, em duas motos, passaram atirando contra a jovem, que estava na rua com um grupo de amigos.

Ela foi socorrida e está internada e seu estado de saúde é considerado estável.

Também nesta quinta, a Polícia prendeu um homem acusado de homofobia e agressão dentro de uma escola na zona norte da Capital. Paulo Vitor Garcez Santos vai responder por tentativa de homicídio duplamente qualificado.

A vítima, o estudante Ugo Barros, usou as redes sociais para relatar as agressões que aconteceram dentro da escola. Ele disse que recebeu pauladas na cabeça pelo homem que foi preso.

Dois casos de feminicídio aconteceram no Rio de Janeiro. Foi preso, nas últimas horas, Erison Guimarães da Silva, de 25 anos, que teria usado uma faca de churrasco para golpear até a morte a ex-namorada Daniele Nascimento Ramos, de 20 anos. Eles eram colegas de trabalho.

Outro homem se apresentou à Polícia nesta quinta-feira. Ânderson Silva é acusado de apunhalar mais de 40 vezes a ex-namorada porque não se conformava com o fim do relacionamento. A vítima sobreviveu.

*Informações do repórter Rodrigo Viga