Rodovias registram quedas de acidentes e mortes com isolamento por coronavírus na Páscoa

  • Por Jovem Pan
  • 14/04/2020 06h54 - Atualizado em 14/04/2020 08h00
Gabriel Jabur/ Agência BrasilTambém houve redução no número de roubo de cargas, de 19%, e de roubo a ônibus, de 49%

A Páscoa em meio a pandemia do novo coronavírus tem redução de 28% em acidentes nas rodovias federais. O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, também apresentou a queda de 7% nas mortes entre 11 de março e 12 de fevereiro deste ano na comparação com o mesmo período de 2019.

Moro avalia um efeito lateral, que é positivo, em decorrência da diminuição do transporte rodoviário. De acordo com o ministro, a Polícia Rodoviária Federal tem feito escolta de equipamentos de saúde para atender a demanda gerada pela crise e o monitoramento das rodovias.

Também houve redução no número de roubo de cargas, de 19%, e de roubo a ônibus, de 49%. “A pandemia gera dificuldades logísticas a esses próprios criminosos também”, analisa o ministro.

Em São Paulo, o tráfego nas principais rodovias paulistas caiu 66% durante o feriado de Páscoa, com diminuição de 61% nos acidentes e 46% de vítimas fatais, em relação ao ano passado.

A ARTESP, Agência de Transporte do Estado de São Paulo, e as concessionárias de rodovias veicularam mensagens com a orientação de não viajar com a prorrogação da quarentena até o dia 22 de abril.

Desde o início da pandemia, as mortes nas rodovias caíram 7%.

*Com informações do repórter Marcelo Mattos