Rodrigo Maia impõe pauta na Câmara e vai discutir projetos do setor de segurança pública

  • Por Jovem Pan
  • 09/11/2017 06h31 - Atualizado em 09/11/2017 11h48
Marcelo Camargo/Agência BrasilA prioridade para projetos de segurança acabou deixando de lado a pauta do Palácio do Planalto e as medidas provisórias e reformas

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, ganha a disputa e impõe a pauta própria que agrada aos deputados: projetos do setor de segurança pública, assunto forte no Rio de Janeiro, Estado do presidente da Câmara, mas que se transforma em tema nacional. A violência se espalhou.

Há divergências. São assuntos considerados polêmicos, como o projeto que acaba com o auto de resistência. Para o deputado Major Olímpio (SD-SP), isso significa dificuldades de trabalho para o policial.

As Corregedorias, segundo Olímpio, funcionam para os maus policiais: “aqui no legislativo e na política não cortamos na própria carne. Aqui, presidente ladrão continua presidente, deputados e senadores ladrões continuam. Nas polícias, as Corregedorias são absolutamente sérias e quando identificado e comprovado começa em processo administrativo com expulsão”.

A prioridade para projetos de segurança acabou deixando de lado a pauta do Palácio do Planalto e as medidas provisórias, as reformas também foram esquecidas.

*Informações do repórter José Maria Trindade