Russos aprovam mudança que pode deixar Putin no poder até 2036

  • Por Jovem Pan
  • 02/07/2020 06h36 - Atualizado em 02/07/2020 07h53
EFEO chefe de estado esta no seu quarto mandato presidencial, além do período Medvedev como primeiro-ministro

O que estava previsto, aconteceu. Os russo votaram a favor de um pacote de mudanças constitucionais que permitirá ao presidente Vladimir Putin ficar no poder após 2024.

O que não é previsível é o caminho daqui até o fim do atual mandato de Putin, que agora poderá concorrer novamente à reeleição e, se vencer, permanece no cargo até 2030. Caso isso aconteça, em 2028 Vladimir Putin será o mais longevo líder russo moderno, ultrapassando o ditador Josef Stálin que ficou no poder de 1878 a 1953.

Segundo dados da Comissão Eleitoral Central e dos partidos russos, 73% dos russos votaram a favor das mudanças, com 25% das urnas apuradas. O comparecimento ficou na casa dos 65%, segundo os dados preliminares.

Houve diversas denúncias de fraude, mais do que em eleições presidenciais, segundo a ONG Golos, que lida com transparência política. A votação remota, pela internet foi estendida por cinco dias para evitar aglomerações.

O chefe de estado esta no seu quarto mandato presidencial, além do período Medvedev como primeiro-ministro.

*Com informações do repórter Victor Moraes