Sarampo: Vacinação para bebês a partir de 6 meses começa nesta quinta

  • Por Jovem Pan
  • 22/08/2019 06h40 - Atualizado em 22/08/2019 10h22
Divulgação/Organização Mundial da SaúdePaís já registra quase 1.700 casos da doença neste ano

A partir desta quinta-feira (22), todas as crianças entre seis meses e um ano devem ser vacinadas contra o sarampo em todo o país. Essa é uma medida preventiva que deve proteger quase 1,5 milhão de crianças que não receberam a dose extra, chamada de “dose zero”.

O objetivo é intensificar a vacinação nessa faixa etária, que é mais suscetível a casos graves da doença. Ainda assim, a “dose zero” não substitui as imunizações do calendário nacional.

 Aos 12 meses de vida, os bebês devem receber a vacina da tríplice viral, e aos 15 meses, a vacina da tetra viral.

A ação do Ministério da Saúde é uma resposta ao aumento de ocorrências do sarampo no país. Até agora, o Brasil registrou quase 1.700 casos da doença, sendo 1.600 deles apenas no estado de São Paulo.

O presidente da Associação Brasileira de Clínicas de Vacina, Geraldo Barbosa, destaca a importância da alta cobertura vacinal. “Diversas doenças que estavam controladas e quase erradicadas estão voltando. Nós temos o sarampo, a caxumba, a rubéola, coqueluche… O mundo todo vem sofrendo com a introdução de doenças que estavam controladas, e isso se dá pela queda da cobertura vacinal”, afirmou.

Além de vacinar crianças entre seis meses e um ano, o Ministério da Saúde orienta que estados e municípios realizem o bloqueio vacinal. Isso significa que, quando identificado um caso da doença, é preciso vacinar todos que estiveram em contato com a pessoa portadora do vírus em até 72 horas.

Nesse caso, a recomendação é que as imunizações sejam realizadas de forma seletiva, aplicando a dose apenas em pessoas que ainda não foram vacinadas.

*Com informações da repórter Larissa Coelho