Se Lula for à PF espontaneamente, exame no IML não precisará ser realizado, diz delegado

  • Por Jovem Pan
  • 06/04/2018 08h34
Bruno Lima/Jovem PanCaso Lula compareça de forma espontânea, segundo o delegado federal Igor Romário de Paula, não haverá a necessidade de ser encaminhado ao IML

Ainda não é certo se o ex-presidente Lula irá se apresentar espontaneamente à Superintendência da Polícia Federal em Curitiba nesta sexta-feira (06). O prazo determinado em despacho do juiz federal Sergio Moro é de que o petista compareça à PF até às 17h.

Lula ainda não manifestou qual será sua decisão, com isso, fica a incógnita sobre o exame de corpo de delito.

Caso Lula compareça de forma espontânea, segundo o delegado federal Igor Romário de Paula, não haverá a necessidade de ser encaminhado ao IML e fazer o exame, já que não teria sofrido alguma lesão ou violência que ensejasse a verificação.

No caso de a Polícia Federal precisar conduzir Lula de São Paulo a Curitiba, ele deverá passar pelo exame, já que esta faz parte da garantia legal.

Vale lembrar ainda que a estada de Lula em Curitiba já significa o cumprimento dos dias de sua pena de 12 anos e um mês de detenção.

*Informações do repórter Tiago Muniz