Sem Doria e vice, Cauê Macris assume cidade de SP com agenda cheia

  • Por Jovem Pan
  • 17/09/2019 10h21
AlespNesta segunda-feira (16) Cauê Macris cumpriu agenda no seu reduto eleitoral, nas cidades de Americana, Nova Odessa, Santa Bárbara do Oeste e Hortolândia

O presidente da Assembleia Legislativa de São Paulo, Cauê Macris,  permanece no comando do governo de São Paulo até a quinta-feira (19). O deputado do PSDB assumiu pela primeira vez o executivo paulista, após as viagens do governador João Doria ao Japão e do vice Rodrigo Garcia a Cingapura.

Nesta segunda-feira (16) Cauê Macris cumpriu agenda no seu reduto eleitoral, nas cidades de Americana, Nova Odessa, Santa Bárbara do Oeste e Hortolândia.

Questionado sobre supersalários na Unicamp, o tucano defende a aplicação do teto. “O que nós queremos é toda a transparência do mundo. Seja por parte do Governo ou por parte do legislativo, é que todas as posições sejam feitas conforme a lei determina. Se a lei determina que não pode ter salário acima do teto constitucional, não podemos admitir que isso aconteça nas universidades no que pese sua autonomia orçamentária.”

Enquanto está no cargo, Cauê Macris recebe pressão dos colegas deputados para sanção de projetos aprovados na Assembleia Legislativa.

Nessa semana, os parlamentares prometem discutir o programa IncentivAuto, o projeto do governo de São Paulo que concede desconto de até 25% no ICMS para as empresas do setor automotivo que investirem mais de R$ 1 bilhão em novas fábricas, unidades de produção ou produtos, com a geração mínima de, pelo menos, 400 empregos.

*Com informações do repórter Marcelo Mattos