Sem laudos de estabilidade, Vale deverá interditar 10 barragens e manter outras sete fechadas em MG

  • Por Jovem Pan
  • 02/04/2019 06h47
Divulgação/Terramil TerraplanagemA companhia informou que foi possível renovar o atestado de estabilidade de 80 barragens em todo o Brasil

A Vale não conseguiu atestar a segurança de 17 barragens localizadas em Minas Gerais. Com o fim do prazo para entregar as Declarações de Condição de Estabilidade, a mineradora deverá interditar 10 estruturas. As outras sete já estavam com as atividades paralisadas porque tinham registrado alteração dos fatores de segurança.

A companhia informou que foi possível renovar o atestado de estabilidade de 80 barragens em todo o Brasil.

Nesta segunda-feira (1º), a Justiça bloqueou mais R$ 1 bilhão da Vale para reparar danos materiais causados as pessoas atingidas pela evacuação na região da barragem Vargem Grande, em Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Em fevereiro, as pessoas que moravam próximas à estrutura tiveram que sair de casa por decisão da mineradora.

A ação foi proposta pelo Ministério Público de Minas Gerais que argumentou que a barragem Vargem Grande possui volume de rejeitos semelhante ao da Mina Córrego do Feijão, que se rompeu no fim de janeiro, em Brumadinho.

Desde o desastre, a Vale tem recebido diversas multas e bloqueios financeiros. Até o momento, quase R$ 18 bilhões da empresa estão congelados por decisões judiciais.

*Informações da repórter Natacha Mazzaro