Sem retomada da economia, brasileiros vão morrer de fome, diz Braga Netto

  • Por Jovem Pan
  • 23/05/2020 08h26
José Dias/PRBraga Netto disse que o governo não é contra o isolamento social, mas o distanciamento deve ter um limite

O Ministro-Chefe da Casa Civil crê que, se a economia não for reativada, pessoas vão morrer de fome no Brasil. Em audiência em comissão mista do Congresso, Walter Braga Netto foi interpelado pelos parlamentares sobre recursos para área da saúde. O general reitera que o governo não é contra o isolamento social, mas o distanciamento deve ter um limite.

O ministro avalia que o Brasil não pode conviver com um “locaute”. Braga Netto foi cobrado pelos parlamentares sobre recursos que visam o combate à pandemia do coronavírus.

O senador Izalci Lucas, do PSDB do Distrito Federal, afirma que o governo é lento em tirar projetos do papel. Em resposta ao senador, o ministro-chefe da Casa Civil argumentou que o governo tem feito o possível.

Walter Braga Netto, que foi interventor na segurança pública do Rio de Janeiro, admitiu que o país poderia ser menos burocrático. Apesar de já ter destinado 40 bilhões de reais no combate à crise, o Palácio do Planalto liberou cerca de 9 bilhões até agora.

Durante a sessão, Walter Braga Netto negou a possibilidade de golpe militar, reiterando que o governo é de centro direita e democrático.

*Com informações da repórter Camila Yunes