Senador norte-americano é acusado de assédio sexual por jornalista

  • Por Jovem Pan
  • 17/11/2017 09h13 - Atualizado em 17/11/2017 11h33
Reprodução/CNNA radialista conta que o episódio ocorreu em 2006, quando ela e Franken, então comediante, apresentaram programas de rádio sobre as tropas das Forças Armadas americanas no Oriente Médio

Os casos de assédio sexual de celebridades nos EUA vêm crescendo a cada dia. Os últimos três deles foram revelados nesta semana.

Primeiro o da jornalista Leeann Tweeden, de Los Angeles, nos EUA que acusa o senador democrata Al Franken do estado de Minnesota de tê-la beijado à força durante uma transmissão e de ter tirado uma foto enquanto ela dormia.

A radialista conta que o episódio ocorreu em 2006, quando ela e Franken, então comediante, apresentaram programas de rádio sobre as tropas das Forças Armadas americanas no Oriente Médio.

Leeann Tweeden descreve que ele se aproximou, pôs a mão em sua nuca e apertou seus lábios contra os dela sendo bastante agressivo.

Na sequência, a jornalista conta ter empurrado o comediante e que se sentiu violada.

De acordo com a radialista, Franken ainda teria tirado uma foto em que, enquanto dormia, ele tenta alcançar seus seios.

Em um comunicado, o hoje senador pediu desculpas a Tweeden e disse ter outra lembrança dos ensaios.

Franken se junta à crescente galeria de personalidades acusadas de assédio ou abuso sexual, como o do produtor de cinema Harvey Weinstein.

Duas atrizes que não se identificaram apresentaram denúncias de abuso sexual em Los Angeles contra Weinstein.

Uma delas conta que durante um teste, foi agredida e ameaçada pelo produtor de cinema. A outra vítima relatou que, por duas vezes, Weinstein a estuprou quando se reuniram para discutir um papel no elenco da série “Marco Polo”, da Netflix.

Harvey Weinstein é acusado por mais de 100 mulheres, entre elas estrelas do cinema como Angelina Jolie e Gwyneth Paltrow, denúncias que vão de assédio a estupro. Weinstein afirma que todas essas relações foram consensuais.

Por último, e não menos importante, o caso de Sylvester Stallone. Ele é acusado de abusar sexualmente de uma fã de 16 anos, de acordo com o jornal inglês “The Daily Mail”, em 1986.

A reportagem aponta que Stalone, na época com 40 anos. forçou a adolescente a fazer sexo com ele e com seu guarda-costas.

O caso aconteceu durante a produção do filme “Falcão – O campeão dos campeões”, lançado no ano seguinte.

A vítima disse que não teve escolha, que se sentiu muito desconfortável e que Stallone a ameaçou caso ela contasse, já que ele era casado.

*Informações do repórter Victor Moraes