Senadores criticam fala de Paulo Guedes sobre corte de verbas para o Sistema S

  • Por Jovem Pan
  • 19/12/2018 06h54
Marcos Oliveira/Agência SenadoPara o senador Cristovam Buarque, do PPS, cortar verbas no sistema poderia prejudicar a educação

Senadores aproveitaram a última sessão do ano na Comissão de Assuntos Econômicos da Casa para defender o chamado Sistema S, que integra entidades do sistema produtivo da indústria e comércio, como o Sesi, Sesc e Senai. Elas recebem recursos públicos vindos de impostos e contribuições pagas pelas empresas, que equivalem a até 2,5% das folhas de pagamento.

Porém, o futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, se disse a favor de cortar até 50% da verba destinada ao Sistema S.

Nesta terça-feira (18), um dos senadores que mais criticou a fala de Paulo Guedes foi Armando Monteiro, do PTB. Para ele, o futuro Governo deve tomar cuidado ao expressar mudança em tudo. E disse que a discussão deve se dar com mais calma.

Já para o senador Cristovam Buarque, do PPS, cortar verbas no sistema poderia prejudicar a educação.

De acordo com a Receita Federal, pelo menos R$ 17 bilhões foram repassados em impostos para as entidades do Sistema S ao longo deste ano.

*Informações do repórter Levy Guimarães