Sérgio Cabral vira réu suspeito de usar rede de restaurantes para lavar dinheiro

  • Por Jovem Pan
  • 31/10/2018 06h57
Agência BrasilSérgio Cabral virou réu novamente em ação no RJ

Sérgio Cabral se tornou mais uma vez réu na Justiça do Rio de Janeiro. O ex-governador e a mulher dele, a ex-primeira dama Adriana Ancelmo, se tornaram réus em um processo que tramita na justiça federal.

Os dois são suspeitos de ter usado uma rede de restaurante japonês para lavar dinheiro. A decisão de acatar a denúncia contra o casal foi do juiz Marcelo Bretas.

De acordo com investigações do MP, entre os anos de 2015 e 2016, Cabral e Adriana Ancelmo teriam lavado, em 16 ocasiões, algo em torno de R$ 3 milhões nesta rede de restaurante japonês. O dinheiro também passava pelo escritório de advocacia do qual Adriana Ancelmo era sócia. Notas frias eram emitidas por essa rede de restaurante japonês para a lavagem de dinheiro.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga.