Setor cultural reage à nomeação de Mário Frias para a Secretaria Especial da Cultura

  • Por Jovem Pan
  • 22/06/2020 06h54 - Atualizado em 22/06/2020 08h14
O ex-ministro da Cultura e atual secretário da Cultura do Estado de São Paulo classifica a nomeação de Mário Frias como uma grande incógnita

Nomeado na sexta-feira (19) para a Secretaria da Cultura, o ator Mário Frias é recebido com desconfiança pelo setor. Ele é o quinto a assumir a pasta em dezessete meses. Frias vai substituir Regina Duarte, que deixou o cargo em 20 de maio depois de pouco mais de dois meses.

A diretora de teatro Patrícia Teixeira avalia que a nomeação de Frias é para atender os desejos ideológicos do governo e não da cultura. Já o ex-ministro da Cultura e atual secretário da Cultura do Estado de São Paulo classifica a nomeação de Mário Frias como uma grande incógnita. Sérgio Sá Leitão vê com preocupação o fato de o novo secretário não ter experiência em gestão pública.

Tanto para Patrícia Teixeira como para Sérgio Sá Leitão, o governo não tem um plano de Cultura para o Brasil. A troca constante de secretários foi mencionada como uma das causas para a ausência dessa política.

*Com informações da repórter Nicole Fusco