Setor de máquinas e equipamentos acumula crescimento de 24,8% até junho

Número de empregados com carteira assinada no setor aumentou 1,1% em junho, comparado ao mês anterior

  • Por Jovem Pan
  • 29/07/2021 10h02 - Atualizado em 29/07/2021 10h26
ThisisEngineering RAEng/UnsplashA indústria de Máquinas e Equipamentos emprega mais de 350 mil trabalhadores fixos

Mais um índice comprova a recuperação dos investimentos do setor privado. As empresas brasileiras compraram mais máquinas e equipamentos no primeiro semestre do ano. Isso significa que os empresários estão investindo porque esperam vender mais e precisam ampliar a produção. A indústria de máquinas e equipamentos acumulou, até junho, um crescimento de vendas de 24,8%. O segmento é considerado uma régua da confiança na economia. O presidente da Abimaq, José Velloso, explica a busca para aumentar a produtividade nas fábricas brasileiras. “Agora é o motivo, o momento de renovar o parque industrial em função de um tempo muito grande sem investimento. Além disso, também tem alguns setores que estão aumentando o consumo de máquinas. Por exemplo, a área de infraestrutura, maquinas agrícolas, para bens de consumo não-duráveis, como alimentos e bebidas, remédios, vestuário. Existem alguns setores que estão  demandando mais.” O número de empregados com carteira assinada no setor cresceu 1,1% em junho, comparado ao mês anterior. A indústria de Máquinas e Equipamentos emprega mais de 350 mil trabalhadores fixos.

*Com informações do repórter Marcelo Mattos