Setor espera ofertar 162 mil vagas em concursos públicos neste ano

  • Por Jovem Pan
  • 22/01/2018 06h40 - Atualizado em 22/01/2018 09h41
DivulgaçãoDe acordo com a Associação Nacional de Proteção e Apoio ao Concurso Público, o crescimento tem relação com a necessidade de recomposição do quadro efetivo, defasado depois de três anos de crise

O setor das carreiras públicas tende a ter um ano promissor, depois de um 2017 para se esquecer. Enquanto o ano passado ficou marcado como o pior para a área em três anos, com apenas 85 mil vagas, 2018 deve ser de recorde, com 162 mil oportunidades oferecidas.

De acordo com a Associação Nacional de Proteção e Apoio ao Concurso Público, o crescimento tem relação com a necessidade de recomposição do quadro efetivo, defasado depois de três anos de crise.

Para o professor Rodrigo Bezerra, coordenador pedagógico do Complexo de Ensino Renato Saraiva, o grande volume de vagas tem relação com a carência de profissionais em determinadas áreas: “sabemos que há grande déficit de servidores em muitas áreas como a policial, fiscal. Alguns tribunais carecem de servidores, então esse déficit de servidores também impulsiona”.

O professor destacou que o momento é de estudos para quem pretende conquistar uma vaga em concurso público.

O advogado Guilherme Ramazzini, que tem realizado provas com o sonho de se tornar defensor público, apontou diferenças entre os concorrentes: “tem gente que tem que conciliar trabalho e estudo e tem gente que tem oportunidade de se dedicar integralmente aos estudos”.

Ramazzini afirmou ainda que é importante que o concorrente se informe sobre a remuneração do cargo que está em disputa.

O Governo Federal já anunciou que destinará neste ano R$ 600 milhões do orçamento para concursos públicos. Há cargos em todo o País, com remuneração que pode ultrapassar os R$ 20 mil.

*Informações do repórter Matheus Meirelles