Setor imobiliário quer reabertura de estandes para venda de unidades

  • Por Jovem Pan
  • 06/06/2020 07h25 - Atualizado em 06/06/2020 07h34
DivulgaçãoO mercado de baixa renda, Minha Casa Minha Vida, mantém bom desempenho na crise, diferente dos resultados no médio e alto padrão

O setor imobiliário quer reabertura de estandes, para a retomada das vendas após retorno gradual de parte das atividades econômicas em diversos estados do Brasil.

Após um bom desempenho no primeiro trimestre, a pandemia da Covid-19 não paralisou os canteiros de obras, mas derrubou os negócios e os lançamentos do setor, explica o presidente da Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc), Luiz França.

“Nós temos 94% das nossas obras operando com protocolos rígidos em termos de saúde, inclusive temos uma pesquisa que mostra que de 55 mil operários tivemos 0,01% de mortes por Covid-19. O que falta para o setor é termos operando os estantes de vendas, é fundamental que estejam abertos para que nós possamos vender os produtos. Nós estamos investindo muito, estamos gastando dinheiro, mantendo empregos e agora precisamos vender.”

O setor aguarda aval da prefeitura de São Paulo para a reabertura dos pontos de vendas de imóveis. O mercado de baixa renda, Minha Casa Minha Vida, mantém bom desempenho na crise, diferente dos resultados no médio e alto padrão.

*Com informações do repórter Marcelo Mattos