Sniper que matou sequestrador de ônibus vai ser homenageado na Alerj

  • Por Jovem Pan
  • 12/09/2019 06h51
EFEWillian Augusto da Silva fez mais de 30 passageiros reféns e mais de quatro horas de sequestro

A Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro prestará homenagens na próxima semana ao atirador de elite da Polícia Militar que matou Willian Augusto da Silva , o homem que sequestrou o ônibus da Ponte Rio-Niterói no mês passado.

O evento virou motivo de debate, já que a comemoração vai revelar o rosto do sniper do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE). Desde o crime, que aconteceu em agosto, a identidade do policial foi preservada por questões de segurança.

A homenagem está programada para a próxima sexta-feira (20) e foi organizada pela bancada do PSL na Alerj. O sniper será condecorado com entrega da medalha Tiradentes, a maior comenda do parlamento fluminense.

A princípio, o atirador de elite deve comparecer ao evento. Porém, há quem defenda que ele envie um representante por medo de sofrer retaliações.

Entenda o caso

Em 20 de agosto, o jovem Willian Augusto da Silva entrou em um coletivo que saiu de São Gonçalo, na região Metropolitana, e tinha como destino o Centro do Rio de Janeiro. No meio do caminho ele anunciou o sequestro, que durou mais de quatro horas. Mais de 30 passageiros foram feitos reféns.

O crime terminou com o sequestrador sendo morto pelo sniper.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga