Sogro de Witzel tem cargo em prefeitura do interior do Rio de Janeiro

  • Por Jovem Pan
  • 17/09/2019 07h44
Marcelo Fonseca/Estadão ConteúdoO Palácio da Guanabara negou qualquer tipo de influência na indicação do sogro de Witzel para este cargo. Segundo o governo, coube ao prefeito de Miracema fazer a escolha do profissional

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), está na berlinda. Após perder o apoio do PSL nesta segunda-feita (16), veio à tona o fato de que seu sogro conseguiu um empreso para atuar na Defesa Civil de Miracema, cidade do interior do Estado. Detalhe, ele não tem formação para a vaga e mora a 300 quilômetros do posto de trabalho.

A suspeita é que a indicação teria sido da primeira dama do estado, Helena Witzel.  O seu pai, Jandir Brandão, além de não ter a formação necessária para a vaga, aparece apenas duas vezes por semana para trabalhar.

O Palácio da Guanabara negou qualquer tipo de influência na indicação do sogro de Witzel para este cargo. Segundo o governo, coube ao prefeito de Miracema fazer a escolha do profissional

Desembarque

Maior partido da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) com 12 deputados, o PSL anunciou o desembarque da base do governo de Wilson Witzel (PSC). A legenda, comandada no Rio pelo senador Flávio Bolsonaro, era a principal sustentação do governador, que foi eleito na esteira do bolsonarismo. A discordância se deu justamente por Witzel ter feito críticas ao presidente Jair Bolsonaro em entrevista à Globonews e afirmado que quer concorrer à Presidência.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga